2.905 motoristas foram notificados por desrespeito a vagas reservadas a idosos e pessoas com deficiência

Apenas neste ano, a Comissão dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CDPCD) da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Goiás (OAB-GO) aplicou 2.905 “notificações de trânsito” no projeto “Multa Moral”.  A iniciativa visa, por meio de parceria com o Hospital Estadual Alberto Rassi (HGG) e o Instituto de Desenvolvimento Tecnológico e Humano (Idtech), conscientizar motoristas que desrespeitam regras de trânsito e estacionam em vagas reservadas para pessoas com deficiência ou idosos, nos arredores da unidade hospitalar.

Desde o lançamento do projeto, em 2017, balanço revela que 14,7 mil motoristas foram “multados”. Somente no último quadrimestre, 2.161 multas, sendo que parar veículo em fila dupla é a infração mais cometida, com 929 ocorrências; seguida por estacionar em frente a rampa de acesso ou rebaixamento de guia, motivo que levou 698 motoristas a levarem a advertência.

Outro número que preocupa é o de veículos que obstruem a entrada e saída de ambulâncias. Neste caso, foram 127 ocorrências.