Presente na sessão da OAB-GO, desembargador Guilherme Gutemberg diz que sonha em voltar a advogar quando se aposentar

Gilherme Gutemberg também admitiu que sonha em voltar a advogar quando se aposentar do cargo de desembargador

Guilherme Gutemberg Isaac Pinto, último desembargador do Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) eleito pelo quinto constitucional da advocacia, esteve presente na manhã desta terça-feira (28) no início da sessão para formação da lista sêxtupla para escolha do novo magistrado na vaga da Ordem dos Advogados Brasil – Seção Goiás na corte goiana. Ele desejou sorte a todos os 22 candidatos que pleiteiam uma das seis vagas a serem preenchidas hoje.

Em mensagem aos presentes à sessão, Guilherme Gutemberg disse que sabe a ansiedade pela qual passa cada um dos candidatos. Segundo ele, em 2018, quando concorreu à formação da lista sêxtupla, ficou muito nervoso mas tinha no íntimo a certeza de que Deus o acompanhava e que tudo daria certo.

Ele fez questão de mencionar sua gratidão à OAB-GO por ocupar o cargo que,  segundo ele, tem procurado honrar.  “Tenho feito de tudo para sempre atender bem os advogados que o procuram no TJGO. É uma obrigação do servidor público que sou atender prontamente quem nos busca”, afirmou, apontando que o profissional do quinto constitucional no TJGO tem mesmo o papel de “oxiginar a corte”. Segundo ele, por ter vivenciado a carreira de advogado, tem o entendimento melhor de como é conduzido um processo na origem.

Gilherme Gutemberg também admitiu que sonha em voltar a advogar quando se aposentar do cargo de desembargador. Ele ocupa no TJGO vaga deixada pela aposentadoria do desembargador Geraldo Gonçalves. A posse dele ocorreu em junho de 2018.