Prefeitura e Comissão de Direito Homoafetivo da OAB debate transexualidade na UFG neste sábado

A Prefeitura de Goiânia, por intermédio da Assessoria Especial de Diversidade Sexual com apoio da Comissão de Direito Homoafetivo da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e o Conselho Social Consultivo de Diversidade Sexual de Goiânia, realiza neste sábado, dia 25, no auditório do Museu Antropológico da Universidade Federal de Goiás (UFG), a partir das 14 horas, palestra com o tema: Patologização e Despatologização da Transexualidade. Ativista pelos direitos das pessoas trans, Daniela Andrade, da capital paulista, foi convidada para abordar a temática que terá como foco o público de travestis e transexuais.

O assessor especial de Diversidade Sexual, Adriano Ferreto, explica que o objetivo do evento é promover a troca de experiências, além da discussão do assunto, uma vez que ainda existem interpretações diferentes sobre a transexualidade: “Por exemplo, pela Organização Mundial de Saúde (OMS), a transexualidade é definida como transtorno de identidade de gênero”. Adriano revela ainda que há agentes da área de saúde que classificam a transexualidade como doença. “Devido a tantas compreensões precisamos discutir de forma intensa esse assunto”, completou.

Além da ativista Daniela Andrade, o painel contará com as debatedoras Beth Fernandes e Rafaela Damasceno. Na ocasião, Assessoria de Diversidade Sexual apresentará um balanço das ações da pasta em 2013 e os desafios para o ano de 2014. Os interessados em participar do debate devem se inscrever por intermédio do e-mail [email protected], ou por telefone (62) 8408-1553.