quinta, 20 de setembro de 2018 62 9 9904-5026
Subseções

Oposição critica diretoria da OAB por reinaugurações no interior: “são apenas manutenções”

OAB-GO entregou na atual administração benefícios em 65 salas da instituição

A Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Goiás (OAB-GO) anunciou que 65 salas da instituição no interior foram beneficiadas nesta gestão com reestruturações. Houve também reformas e conclusão de obras em várias sedes administrativas. Somente esta semana, por exemplo, foram inaugurados benefícios disponibilizados em Anicuns, Iporá, São Luís de Montes Belos, Mineiros, Serranópolis, Jataí.

Apesar das iniciativas, advogados de oposição, como Júlio Meirelles, que apoia o Grupo Nova Ordem, que tem à frente o pré-candidato à presidência da OAB-GO, Pedro Paulo Medeiros, afirmam que a administração atual estaria apenas pintando paredes das sedes de subseções do interior e dando, a isso, o nome de “reinauguração” e “revitalização”. A diretoria da instituição, apesar de não comentar as alegações dos opositores, enviou ao Rota Jurídica planilhas que demonstram, segundo ela, o que foi feito e o gasto em algumas  subseções. Veja abaixo.

Para Meirelles, a prática de “reinaugurar” é similar àquela da política partidária comum, que já é amplamente criticada pela sociedade. “No atual mandato não se levantou uma parede sequer. Realiza-se a pintura de prédios já existentes, patrimônio construído ao longo dos anos, com o suor da advocacia e dá-se o nome de reinauguração ou revitalização. Isso é abominável”, lamenta.

Advogado Júlio Meirelles

O conselheiro federal da OAB-GO, Leon Deniz, que rompeu com a atual gestão sob a justificativa de que o presidente Lúcio Flávio de Paiva não cumpre a carta programática de campanha,  também afirma que “pintar parede, consertar porta, fiação é só manutenção e é obrigação de qualquer gestor. É muito diferente – infinitamente mais barato – de se construir uma obra a partir do zero. Por isso, dar à uma manutenção o nome de reinauguração é tentar enganar a advocacia”, alfineta.

Planilhas

A OAB-GO não comentou as críticas dos opositores mas enviou ao Rota Jurídica planilhas demonstrando o que foi feito e os gastos em algumas subseções. Em Itaberaí, por exemplo, foram gastos mais R$ 433 mil para construção da sede da subseção, compra de mobiliário e instalação de ar condicionado. Em outras, como São Luís de Montes Belos, foi feita reforma, pintura e compra de mobiliário, totalizando mais de R$ 78 mil, e em Jataí, gastos R$ 83 mil.

Confira planilhas apresentadas pela OAB-GO com gastos em quatro subseções

 

 

 

Comentários



Receba nosso informativo

Cadastre-se em nossa newsletter e fique por dentro das novidades do portal Rota Jurídica