quinta, 13 de dezembro de 2018 62 9 9904-5026
Meu Escritório

Jovens advogados aderem ao escritório compartilhado

Meu Escritório está localizado na Rua 1, no Centro

Há pouco mais de um ano quem passava pela Rua 1, no Centro de Goiânia, na esquina com a Avenida Goiás, podia ver um prédio deixado ao abandono. O local, que carrega a história da advocacia em Goiás, já abrigou a seccional goiana da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-GO) e a Caixa de Assistência dos Advogados de Goiás (Casag). Construído em estilo Art Decó e inaugurado na década de 1950, o prédio foi reformado em maio do ano passado, mantendo suas características originais para abrigar um espaço essencial àqueles que estão em início de carreira. Ali, estruturou-se um escritório compartilhado, equipado com 54 estações de trabalho com computadores conectados à internet para peticionamento eletrônico e 10 salas de reuniões preparadas para atendimento aos clientes.

A obra durou cerca de quatro meses e é apontada como um dos ganhos que a advocacia jovem teve durante a atual gestão da OAB-GO. Em um mercado com cerca de 1,1 milhão de advogados atuantes no país e com um contingente de 30,5 mil estagiários na área, os iniciantes nessa carreira sofrem para garantir a inserção e a conquista dos primeiros clientes.

É nesse sentido que a cultura compartilhada pode ajudá-los. No “Meu escritório” (ME) – como é conhecida essa unidade compartilhada –, há equipamentos necessários para impressão, fotocópia e digitalização, além de telefones e aluguéis de salas com tarifas tabeladas bem abaixo do preço de mercado.

Vai e volta

Se até 2017 esses serviços tinham custos baixos, decorrentes dos subsídios da Casag, o iniciante na carreira tem hoje outro benefício. A entidade, desde fevereiro de 2018, passou a contar com um novo programa, o “Bumerangue – Anuidade Vai e Volta”. Com ele, todos os serviços do ME saem a custo zero, pois serão debitados dos créditos gerados pelo pagamento da anuidade.

Para participar do Bumerangue, o profissional do Direito tem de estar em dia com a anuidade. Se ela tiver sido paga em parcela única, os advogados terão como saldo disponível o valor total pago. Todavia, se o pagamento tiver sido parcelado, a cada mês será disponibilizado o valor referente às parcelas pagas. Em ambas as modalidades, 50% dos 496 reais da anuidade podem ser utilizados em qualquer serviço oferecido pela Casag ou pelo CEL da OAB e os outros 50% em qualquer Curso de Capacitação oferecido pela Escola Superior da Advocacia (ESA).

A iniciativa almeja que os advogados realmente usufruam do dinheiro que eles aplicam na OAB. “Nós desenvolvemos este projeto como forma de dar a eles a oportunidade de administrar o investimento feito na advocacia. Agora os colegas terão de volta todo o valor pago da anuidade em serviços diversos que são de seu próprio uso”, ressaltou o presidente da Casag, Rodolfo Otávio Mota.

Quase 1.900 advogadas e advogados já utilizaram o Meu Escritório com créditos da anuidade. A ideia da gestão de Lúcio Flávio – se reeleita no próximo dia 30 de novembro – é ampliar o programa Bumerangue para permitir um maior uso dos benefícios. Outra vantagem do escritório se refere aos horários de atendimento, que vão de segunda à sexta-feira, das 7 às 22 horas, e aos sábados, das 8 às 18 horas. “O horário é ideal também àqueles que precisam peticionar após o horário comercial”, explica Rodolfo Mota.

Comentários



Receba nosso informativo

Cadastre-se em nossa newsletter e fique por dentro das novidades do portal Rota Jurídica