Em uma semana, quatro advogados morrem em Goiânia vítima da Covid-19

Hellen Cássia Sanches Povoa

Marília Costa e Silva

Em menos de uma semana, quatro advogados goianos morreram em decorrência de complicações com a Covid-19. Nesta quinta-feira (30), faleceu a advogada Hellen Cássia Sanches Povoa, de apenas 25 anos. A jovem profissional estava inscrita nos quadros da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Goiás desde o dia 4 de fevereiro de 2020.

Na segunda-feira (27), quem morreu vítima da doença foi o advogado Sebastião de Bastos Gomes Filho. Ele era militante na área criminal e considerado referência por sua atuação em Goiânia e nas comarcas do Vale do São do Patrício.

No domingo (26), a advocacia perdeu Daylton Anchieta. Decano da advocacia trabalhista, sindical e bancária, ele foi conselheiro seccional da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção de Goiás (OAB-GO) e presidente da Caixa de Assistência dos Advogados de Goiás (Casag).

O advogado Celso Rios Neto, que era esportista e não tinha cormobidades, faleceu no dia 24 passado. Ele era militante na área trabalhista.