Defensor público Lúcio Flávio de Souza toma posse no cargo de corregedor-geral da DPE-GO

Foi empossado, na sexta-feira (27/11), o novo corregedor-geral da Defensoria Pública do Estado de Goiás (DPE-GO), o defensor público Lúcio Flávio de Souza. O mandato, que começa em 1º de dezembro e tem duração de dois anos, conta ainda com a atuação dos corregedores auxiliares Márcio Rosa Moreira e Guilherme Vaz. Lúcio Flávio assume o cargo antes ocupado por Luiz Henrique Silva Almeida, corregedor-geral da DPE-GO entre 2016 e 2020.

Lúcio Flávio de Souza é titular da 7ª Defensoria Pública Especializada Processual Cível de Goiânia e ingressou na instituição em julho de 2015, por meio do II Concurso de Provas e Títulos. Exerceu a vice-presidência da Associação Goiana das Defensoras e dos Defensores Públicos (AGDP), foi coordenador do Núcleo das Defensorias Especializadas Criminais da Capital, membro do Conselho Superior da Defensoria Pública e corregedor auxiliar.

Em seu discurso de posse, o novo corregedor-geral da DPE-GO disse que pretende exercer seu mandato com empatia, cautela e zelo, a fim de cumprir a missão da defesa dos direitos e do exercício da cidadania. “Uma Corregedoria-Geral empática, disposta, proativa, serena e próxima, que irá até cada órgão de execução conhecer de perto a atuação de cada defensora e defensor público, desprovida de qualquer sanha persecutória, mas, sem dúvida alguma, ciosa de seu relevante papel institucional, atenta e rigorosa”, frisou Lúcio Flávio.

“Isso é o que a Constituição Federal nos determinou e é o que a sociedade brasileira e, de modo especial, a goiana esperam de nós, e isso é o que a Corregedoria-Geral da Defensoria Pública espera e vai cobrar de cada integrante da instituição”, concluiu.

Na ocasião do anúncio de sua nomeação ao cargo, o defensor público disse que uma das suas primeiras ações será a realização de visita de inspeção a todos os órgãos de atuação da Defensoria Pública no primeiro semestre do ano que vem. A meta é que, no segundo semestre de 2021, todos os órgãos de atuação sejam correicionados.

Novos desafios
Durante a cerimônia de posse, o defensor público-geral do Estado, Domilson Rabelo da Silva Júnior agradeceu Lúcio Flávio de Souza por ter colocado seu nome à disposição para a eleição para a Corregedoria-Geral e por aceitar os desafios do novo cargo. “Com o espírito mais que sensato e ciente de que o papel da Corregedoria não é punitivo, mas sim de premissa disciplinar e orientativa, acredito que essa será uma gestão honesta, transparente, orientando o Conselho Superior em suas decisões”, disse ele.

(Defensoria Pública de Goiás)