Live com Patrícia Martins Pereira e Nelson Lisboa apresenta os requisitos para quem deseja imigrar para o Canadá

Publicidade

Marília Costa e Silva

Será realizado nesta sexta-feira (20) live sobre Os Requisitos para Entrada no Canadá. Brasileiros que receberam a segunda dose ou mesmo a dose única do imunizante contra Covid-19 serão aceitos no País que faz divisa com os Estados Unidos a partir de 7 de setembro. As vacinas inicialmente aprovadas pelo Canadá são AstraZeneca, Pfizer-Biotech, Moderna e Janssen.

A live que será realizado pelo Instagram acontecerá a partir das 18h30, horário de Brasília, e às 17h30, pelo horário do Canadá. O evento terá como debatedores Patrícia Martins Pereira, consultora jurídica internacional no Canadá e especialista em imigração, e Nelson Lisboa, advogado especialista em imigração para o Canadá. Os interessados podem participar pelo perfil @brazillegalhelp. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail [email protected].

Canadá quer 1,2 milhão de novos residentes

Patrícia, que atua no escritório Brazil Legal Help, afirma que o Canadá está planejando receber mais de 1,2 milhão de novos residentes permanentes nos próximos três anos. Isso num esforço para usar a imigração para ajudar na recuperação econômica geradas pela Covid-19. E equilibrar os impactos fiscais potencialmente negativos moldados pelo envelhecimento da população canadense e baixa taxa de natalidade.

A brasileira, que atua no Canadá há vários anos, avisa que o País da América do Norte oferece mais de 80 caminhos diferentes para imigração. Somente em 2021, são esperados 401 mil imigrantes. Segundo ela, o programa de imigração (Immigration Levels Plans) 2021-2023, por exemplo, é focado no crescimento econômico. Cerca de 60% das admissões dos novos residentes permanentes vindo pela imigração econômica, que inclui estudantes, trabalhadores e aplicações focadas em negócios.

Segundo Patrícia, Ontário é a região mais populosa do Canadá e além da proximidade com as regiões de Quebec e Manitoba, faz divisa com os Estados Unidos. A província se tornou o lar da maioria dos imigrantes que escolhem viver no Canadá. Os brasileiros aparecem no top três das nacionalidades que receberam o maior número de nomeações provinciais, que permitem a aplicação direta para a residência permanente.