sábado, 18 de agosto de 2018 62 9 9904-5026
Inscrições dia 9

PMSP lança concurso com 2.700 vagas a candidatos com nível médio

Um novo concurso público foi lançado pela Polícia Militar de São Paulo (PMSP). O edital de abertura foi divulgado no Diário Oficial do estado no último sábado (28/7). São oferecidas 2.700 vagas para soldados de segunda classe, tanto para homens quanto para mulheres. Segundo o regulamento, a remuneração básica inicial é de R$ 3.143,70. A Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (Fundação Vunesp) é a banca organizadora responsável pela seleção.

Podem concorrer candidatos com nível médio de formação escolar completo e idade mínima de 17 e máxima de 30 anos. A altura mínima deve ser de 1,55m para mulheres e 1,60m para homens.

As inscrições podem ser feitas de 9 de agosto a 10 de setembro, pelo site www.vunesp.com.br. A taxa custa R$ 50.

As provas serão aplicadas em Araçatuba, Bauru, Campinas, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo e Sorocaba. Haverá provas objetivas, dissertativas, exames de aptidão física e de saúde, exame psicológico, avaliação da conduta social, da reputação e da idoneidade, análise de documentos e curso de formação.

As provas objetivas vão abordar os candidatos sobre as disciplinas de língua portuguesa, interpretação de texto, matemática, conhecimentos gerais, noções básicas de informática e noções de administração pública. Serão 60 questões, que deverão ser respondidas simultaneamente à dissertação, em até quatro horas de teste, no dia 21 de outubro, à tarde.

Atribuições
De acordo com o edital do concurso, as atribuições do cargo de Soldado PM de 2ª Classe são: o policiamento ostensivo e a preservação da ordem pública, envolvendo a repressão imediata às infrações penais e administrativas e a aplicação da lei, nas diversas modalidades de policiamento, sempre primando pela defesa da vida, da integridade física e da dignidade da pessoa humana, em conformidade com os princípios doutrinários de polícia comunitária, de direitos humanos e de gestão pela qualidade. Fonte: CorreioWeb

Comentários



Receba nosso informativo

Cadastre-se em nossa newsletter e fique por dentro das novidades do portal Rota Jurídica