domingo, 23 de setembro de 2018 62 9 9904-5026
MP-GO

Motorista que ex-mulher na frente do filho é denunciado por feminicídio

O Ministério Público de Goiás denunciou o motorista Aginaldo Viríssimo Cuelho pelo feminicídio de sua ex-mulher, Denise Ferreira da Silva. De acordo com a denúncia, assinada pelo promotor Aguinaldo Bezerra Lino Tocantins, embora separados há mais de dois anos, eles mantinham um relacionamento conturbado, sendo que a vítima estava grávida do reú. Denise foi morta com um disparo na cabeça, na frente de seu filho de seis anos.

O crime ocorreu na madrugada de 4 de junho último, em um condomínio residencial no Jardim Caravelas, Região Sudoeste de Goiânia. Segundo o promotor, após iniciarem uma conversa por um aplicativo de mensagens, Aginaldo foi à casa de Denise, arrombou a porta e começou a discutir com a vítima, que conseguiu escapar para a rua. Alcançando a ex-mulher, o motorista a dominou e efetuou um disparo fatal em sua cabeça. Segundo testemunhas, durante toda a briga, a mulher implorava para não ser morta, já que o atrito estava sendo presenciado pelo seu filho. Aginaldo fugiu, mas confessou o crime depois.

O motorista foi denunciado pelo crime de homicídio qualificado, por impossibilitar a defesa da vítima e por ela ser mulher, caracterizando feminicídio. Também foi requerido aumento de pena, pois Denise estava grávida, e foi morta na frente do filho. Fonte: MP-GO

Comentários



Receba nosso informativo

Cadastre-se em nossa newsletter e fique por dentro das novidades do portal Rota Jurídica