sábado, 21 de outubro de 2017 62 9 9904-5026
Artigos Jurídicos

Artigos Jurídicos

Novo método de controle de imigrante está a caminho

Recentemente, noticiamos em nossa newsletter e também por meio de nosso Facebook www.facebook.com/witeradvogados  Que o governo Americano iria buscar os imigrantes indocumentados que tiveram seus vistos de permanência expirados.

O ICE não controla os visitantes com vistos expirados por ineficiência e por falta de controle. Mas sabe-se que mais de 40% dos trabalhadores indocumentados entraram com visto.

Às vezes, leva meses e até anos para verificar se um visitante “overstayed” o tempo que lhe foi oferecido no I-94 ao entrar no país e destes o ICE prende menos de 1%. Uma auditoria interna do ICE recomenda a biometria na saída de toda pessoa.

Todos os anos milhões de pessoas visitam os Estados Unidos com um visto temporário de turista e têm um limite de tempo para permanecer no país inserido no documento denominado I-94, mas devido a sistemas de dados ineficientes o DHS na maioria das vezes não tem mais controle sobre estas pessoas, é muito improvável que a sua estadia seja detectada talvez até meses ou anos mais tarde.

Esta é a conclusão de uma auditoria global ao sistema que o governo dos EUA utiliza para monitorar os “overstays” ou as pessoas que violam os termos das licenças que recebem ao entrar no país.

Na verdade, como exemplo em 2015 as autoridades detectaram que 527.127 pessoas tiveram um “overstay” e agentes do ICE prenderam apenas 3.402 casos, ou menos de 0,4% dos visitantes detectado transgredindo a sua autorização de estadia.

Neste momento, o DHS tem acumulado 1,2 milhões de casos de possíveis violações de vistos, que são incapazes de processar ou encerrar (quer para fechá-las porque a pessoa se foi ou eles permanecem no país).

O número de visitantes que ficam no país pode ser ainda maior do que o atual sistema detecta, uma vez que este não inclui estudantes ou pessoas que entram por terra de México ou Canadá.

O problema maior do governo Americano em não ser capaz de encontrar estas pessoas é o enorme número de programas de computadores que fazem a mesma coisa ao mesmo tempo.

É alvo de estudo neste exato momento se criar um programa (software) baseado no SAVE aonde todas as agências, todos os funcionários do governo possam inserir dados e todos possam buscá-los no mesmo local.

Para ser mais exato existem 27 sistemas e data base funcionando ao mesmo tempo. E para ir atrás de um indocumentado cada agente tem que buscar informações em todos os sistemas.

Outro erro que deverá ser corrigido em breve é a falta de um sistema biométrico.  As impressões digitais e dados físicos deverão ser incluídos em breve em todas as informações.

O DHS está testando um novo sistema que deverá ser único denominado US-VISIT, sistema sendo testando em segredo desde 2009 e deverá em breve estar em todos os aeroportos Americanos.

John Roth, inspetor Geral do DHS, diz que “muito em breve” seu pessoal estará habilitado para estas novas normativas e regulamentos.

Calcula-se que 40% de todos indocumentados presentes nos EUA aqui ficam por um “overstay”.

Nós do Law Offices of Witer DeSiqueira, estamos como sempre fazemos, anunciando que em poucos meses começará uma nova rodada de atividades do ICE, CBP e outras agências para com aqueles que overstay, como se diz em inglês “stay tuned”, pois a vários meses anunciamos que redes sociais seriam vasculhadas e agora é a regra normal.

Estamos sempre à frente da notícia.  Portanto é hora de buscar um advogado que possa resolver o problema se este é seu caso.

*Witer DeSiqueira integra o Law Offices of Witer DeSiqueira

OBS.: Este artigo foi baseado nas informações do Repórter Jornalístico Pilar Marrero.
O propósito deste artigo é informar as pessoas sobre imigração americana, jamais deverá ser considerado uma consultoria jurídica, cada caso tem suas nuances e maneiras diferentes de resolução. Esta matéria poderá ser considerada um anúncio pelas regras de conduta profissional do Estado da Califórnia e Nova York. Portanto, ao leitor é livre a decisão de consultar com um advogado local de imigração.


Comentários

Receba nosso informativo

Cadastre-se em nossa newsletter e fique por dentro das novidades do portal Rota Jurídica